Comandos básicos MySql [Manual]

DominioTXT - MySql Server
Comandos básicos MySql


Bem vindos ao Blog DomínioTXT.

Quem no mundo da Tecnologia nunca trabalho com um banco de dados gratuito, bom e que funciona com a maioria das aplicações webs.

Sim muitos de nos já vimos e ouvimos falar sobre o banco de dados mais conhecido entre os aspirantes e estudantes da Tecnologia da Informação, aquele que tem o saudoso golfinho como mascote.

Mas você sabe trabalhar com o banco de dados MySql, digo, criar tabelas, editar campos e até mesmo criar um database inteirinho através da linha de comando?

Hoje iremos trabalhar com um banco de dado MySql, diretamente por linha de comando.




Introdução ao MySql.


Como já diz seu próprio nome MySql é um database que S.Q.L, que significa “Structured Query Language” ou Linguagem de Consulta Estrutural, que tem como principal aspecto a linguagem de pesquisa declarativa como padrão em bancos de dados Relacional.

Muitas pessoas se familiarizam rapidamente com o database pois como ele segue o S.Q.L. ele é muito próximo das grandes aplicações do mercado como o SqlServer da imponente Microsoft e o atual líder de mercado livre o PostgreSql.

Porem devemos ficar atentos aos fatores que o diferem dos demais:


  • Sempre utilizar “;”(ponto e virgula) no final de cada comando.
  • Utilizar apenas letras minúsculas e alfa numéricas para nomes de banco.
  • Respeitar o limite de 64 caracteres nos nomes de Banco.
  • MySql não é “case sensitive” portanto podes utilizar maiúsculas ou minúsculas.
  • Acessar o editor SQL.


Inicialmente você precisa saber que para executar qualquer código no MySql, você precisa estar com alguma aplicação que execute sql, ou mesmo logado no MySql por linha de comando, caso contrario nada poderá ser feito.

Nos recomendamos a aplicação gratuita DBeaver, que além de ser totalmente gratuito, possui extensão para os sistemas Operacional Microssoft Windows, Linux e Mac OS.

Já em por linha de comando, acesso o seu Terminal, ou Command e em seguida digite o comando a seguir:

mysql –h localhost –u USUARIO

Em seguida será solicitado a senha para o usuário ao qual você solicitou acesso, digite-a e pressione enter.

Se tratando de um servidor local, onde você tenha acesso a pasta do MySql-Server, pode também ser utilizado o super usuário para efetuar loguin no Database e ter acesso privilegiado aos bancos de dados.

Para isso utilize o seguinte comando.


mysql –u root -p


Administrando banco de dados no MySql.


Assim como nos demais bancos Sql, os comandos do MySql são bem simples, e em muitos casos semelhantes aos do seus irmãos.

Para criar um novo banco de dados utilize.

CREATE DATABASE nome-do-banco;

Caso tenha alguma duvida quanto aos banco já existentes no seu servidor, você pode utilizar o comando a seguir para listar todos eles de uma so vez.

SHOW DATABASES;

Depois de criado o novo banco, é necessário logar nele para que todo comando a seguir seja apontado para o mesmo. Para fazer isso basta utilizar o comando a seguir.

USE nome-do-banco;


Obs.: É interessante destacar que sempre se deve verificar os data-base existente antes de tentar criar um novo banco de dados. Note que a partir desta etapa já estamos utilizando comando SQL, portanto é necessário inserir o “;”(ponto e virgula) ao final de cada linha. Criando tabelas no MySql.


Após efetuar loguin no seu MySql, criar um banco de dados e efetuar loguim nele, você pode começar a efetuar alterações no seu novo banco, tendo sempre em mente que agora se esta em um editor SQL, vamos iniciar criando uma nova tabela.


CREATE TABLE `Usuario` (
`idUsuario` mediumint(6) unsigned NOT NULL auto_increment,
`nomeUsuario` varchar(255)default NULL,
PRIMARY KEY (`idUsuario`)
) AUTO_INCREMENT=1;


No exemplo a cima utilizamos o comando “CREATE TABLE” para criar a tabela “Usuarios”, onde a mesma vai ter apenas dois campos o “idUsuario” e “nomeUsuario”.

O campo “idUsuario” nos determinamos como um campo que não pode ser nulo, e que é auto preenchido, pois desta forma manteremos a integridade do campo, evitando ter na mesma tabela mais de um cadastro com o mesmo ID.


O campo “nomeUsuario” é um campo de Texto, com comprimento de 255 caracteres, e indicamos que o mesmo inicialmente é nulo, podendo continuar nulo após o cadastro de um novo usuário.

O argumento “PRIMARY KEY (`idUsuario`)” serve para identificar qual dos campos será a nossa chave primaria, e portando o identificador de cada cadastro, padrão nos banco de dados em Sql.

Por ultimo temos o “AUTO_INCREMENT=1”, que é o argumento que utilizamos para definir o valor acrescentado a cada novo cadastro, sendo ele 1, constatamos que nosso campo “idUsuario” será sequencial, e evitando que um novo cadastro repita o mesmo numero.



Obs.: Tome muito cuidado com pontos, virgula acentos e todo tipo de carácter especial que pode vir a conflitar com o seu código.

Inserindo Alterando e Apresentando registros das Tabelas.


Após a criação de uma tabela, é essencial que se façam registros, alterações e pesquisas na mesma, para efetuar estas ações o MySql disponibiliza três comandos básico que são INSERT, SELECT e UPDATE.



Inserindo dados no MySql.


Dentro do MySql você pode utilizar o comando INSERT INTO, acompanhado do nome da tabela e em seguida o campo que pretende inserir, sem seguida deve ser informado os valores a serem inseridos.

Abaixo temo um exemplo de inserção de valores na tabela usuários.

INSERT INTO `Usuario`
(`idUsuario`,`nomeUsuario`)
VALUES (' ',"JOÃO DA SILVA”);



Obs.1.: Sempre os valores e os campos devem estar entre parênteses “()” , e como no exemplo separados por virgula “,”.
Obs.2.:Como o campo “idUsuario” é um campo “AUTO_INCREMENT”, o mesmo pode ser representado com um dupla de “Aspas Simples”, pois o mesmo será preenchido automaticamente pelo data-base.
Obs.3.: O campo “nomeUsuario” é do tipo “varchar”, ou seja um campo de texto variável, e deve ter seus valores apresentados dentro de aspas Duplas, porem vampo numéricos (INT e etc...) pode sem apresentados em a necessidade de Aspas Duplas ou Simples.

Efetuando pesquisas no MySql.



Para efetuar pesquisas no MySql você deve utilizar o comando SELECT, que como o mesmo já se alto pronuncia, seleciona os dados de um campo e os apresenta na tela do seu executor SQL.

Neste exemplo iremos pesquisar todos os dados da tabela Usuario.

SELECT * FROM tabela;

Porem quando se tem muitos dados dentro de uma tabela, esse comando pode ser utilizado de forma mais precisa, retornando apenas dados que estão dentro do interesse do usuário, evitando assim uma pesquisa demasiadamente grande.

Para retornar dados específicos de um campo de uma tabela, você pode modificar o seu SELETC desta forma.

Original:
SELECT campo FROM tabela;


Adaptado para nosso data-base:
SELECT idUsuario FROM Usuario;

Ou se pretende retornar todos os campo onde o “idUsuario” conter o numero 5.

Original:
SELECT * FROM tabela WHERE campo LIKE ‘condição’;


Adaptado para nosso data-base:
SELECT * FROM Usuario WHERE idUsuario LIKE ‘%5%’;


Obs.: Esse ultimo comando eu não tenho certeza absoluta quanto a finalidade mas acredito que seja assim, já o sinal % atua como um coringa, permitindo que seja retornado qualquer campo que tenha 5 no inicio, meio e fim.


Atualizando dados no MySql.


Sempre que temos um banco de dados estrutural, temos alguns incidentes em que o próprio usuário acaba inserido dados que não estão de acordo com a proposta do campo, e isso de certa forma é responsabilidade do desenvolvedor que criou um campo que permite este tipo de erro.

Nestes casos é necessário que sejam feitos atualizações no próprio campo para corrigir este problema, e para isso utilizamos o UPDATE no MySql.

Original:
UPDATE tabela SET campo = 'Novo Nome' WHERE campo LIKE indentificador;

Adaptado para nosso data-base:
UPDATE Usuario SET nomeUsuario = 'João da Silva' WHERE idUsuario LIKE 2;


No exemplo a cima, demos a ordem de atualizar o registro “nomeUsuario” para ‘João da Silva’, sempre que o ‘idUsuario’ for igual a 2.


Obs.: O complemento “where”, age como uma clausula de diferenciação, sendo ele o indicador da linha onde será efetuado o update, e não pode ser o mesmo do campo onde se esta fazendo a atualização.


Apagando e Excluindo dados do MySql.



ATENÇÃO: Estes comando devem ser utilizados com extrema cautela, pois é muito comum que usuários inexperientes acabem por deletar campos tabelas ou mesmo bancos de dados inteiros devido a sua ansiedade em demonstrar sabedoria.
Os comandos que são responsáveis por apagar campos do MySql são DELETE, DROP e TRUNCATE, e so devem ser utilizados quando houver a extrema necessidade de se livrar determinados registros, dados, campos ou data-bases.


Apagando Registros no MySql.



Para deletar um campo podemos utilizar a seguinte Sintaxe.

Original:
DELETE FROM nome-tabela WHERE nome-coluna LIKE condição;


Adaptado para nosso data-base:
DELETE FROM Usuario WHERE idUsuario LIKE ‘6’;

No exemplo a cima vamos deletar os registros que tenham como “idUsuario” o numero 6, porem se a sua tabela tiver mais registros a serem excluídos, você pode fazer uma sintaxe mais elaborada.


Apagando Tabelas e Data-Base no MySql.



Mais uma vez gostaríamos de advertir que estes comandos devem ser utilizados com extrema cautela, pois caso não se tenha um Backup os danos ao seu banco de dados podem ser irreversíveis.

Para apagar uma tabela do seu banco de dados você pode usar a Sintaxe DROPE TABLE.

DROP TABLE nome-tabela;

Para apagar um banco de dados inteiro, você também utiliza a sintaxe DROP, porem acompanhada do DATABASE.

DROP DATABASE nome-banco-dados;


Obs.: Gostariamos de salientar mais uma vez que estes comandos são irreversíveis, e que só devem ser utilizados com total certeza do que se esta fazendo. Na duvida faça um backup do seu banco de dado MySql para evitar futuros transtornos. E lembrem, testes apenas em ambientes de Teste.


Limpar e Rescrever tabelas no MySql.



Uma tarefa que muitas vezes é feito pelo próprio administrador de um banco de dados, é a limpeza de tabelas temporárias, geralmente conhecidas como tabelas de log ou mesmo de indexação de conteúdo.

Ao invés de utilizar o comando DROP para deletar a tabela e em seguida um CREAT contendo todos os campos e argumentos de uma tabela, você pode apenas utilizar o comando TRUNCATE.

Original:
TRUCATE TABLE nome-tabela;

Adaptado para nosso data-base:
TRUCATE TABLE Usuario;

Desta forma o MySql apagara a tabela existente com aquele nome e a recria-la no seu data-base com a mesma estrutura que ela possuía originalmente, evitando assim comandos demasiados.


Obs.: Assim como DROP e DELET o TRUNCATE deve ser utilizado com muita cautela, pois apesar de não afetar a estrutura do banco, ele acaba com os registros de uma tabela, e caso a mesma possua campos foreign key(fk) ele pode acarretar no comprometimento de futuras pesquisas, cadastros e novos registros.


Sem sombra de duvidas o MySql é um grande banco de dados, e possui uma grande historia para contar, porem devido a sua fragilidade ainda é pouco utilizado pelos grandes centros de dados do mundo, sendo deixado mas aos cuidados de aspirantes e aplicações web GPL.


Acesse o nosso canal e se inscreva la para receber nossos videos, conforme eles forem saindo "Canal DomínioTXT".

A todos o meu singelo agradecimento.

Gostou do Blog, então deixe o seu comentário.
Quer sugerir algum assunto? Notou algo que não confere com o assunto?
Mande sua opinião, sugestão ou reclamação. Contato DomínioTXT.
Copyright © 2013 DomínioTXT - Informatica