Instalação do PostgreSql no Windows [Manual]

Instalação do PostgreSql no Windows.

Bem vindos ao Blog DomínioTXT.

Novamente estamos aqui para falar do nosso amado banco de dados o PostgreSql, pois o simples fato do mesmo ser um dos poucos bancos de dados orientado a Objeto, que possui sua licença para uso comercial totalmente gratuita já o faz se um dos nossos favoritos.

Já debatemos aqui no Blog DominioTXT formas de efetuar o backup do mesmo tanto em ambientes Linux, como em ambientes Windows, e também a Instalação do PostgreSql em um servidor Linux, porem todavia ainda não efetuamos a instalação do mesmo em sistemas operacionais Microsoft.

Pensando em sempre satisfazer os dois lados da moeda, hoje trazemos ao nosso usuários, um breve tutorial sobre a instalação de um banco de dados PostgreSql, em um servidor contendo sistema Microsoft.




Sobre o PostgreSql.

Antes de darmos inicio a instalação do banco de dados, gostaríamos de dar um pequeno aviso sobre a funcionalidade do mesmo em Ambiente Microsoft.

Como todos sabemos o PostgreSql é uma ferramenta de banco de dados(database) totalmente gratuito, porem poucos sabem que o mesmo não opera sobre a licença GNU General Public License(que nos da todos direito de uso sobre o mesmo) mas sim sobre a licença PostgreSQL License, que tem algumas restrições quanto ao uso do banco de dados para fins comerciais em ambientes Micorsoft Windows.

Caso esteja lendo este artigo após a sua data de lançamento e esta norma não tenha mais uso, adicione o link da fonte nos comentários para que possamos atualizar o nosso artigo.



Instalando o PostgreSql no Microsoft Windows.


Após ter efetuado o download a aplicação, clique duas vezes para dar inicio ao instalador do PostgreSql em então aguarde a primeira interação do Assistente.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Assim que o Assistente tiver iniciado, sera apresentado uma tela de boas vindas do assistente onde a única opção é clicar em “Next”.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Clique em “Next” e aguarde a próxima tela. Na tela a seguir, será selecionado o local onde pretende instalar toda a aplicação do PostgreSql. Caso queira customizar o local de instalação, altere o local do diretório no campo sublinhado em vermelho, ou clique em “Next” para efetuar a instalação do mesmo no diretório padrão (C:\Arquivos de Programas\PostgreSql).

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Assim que der continuidade na instalação a próxima tela apresentada será a de seleção do diretório onde pretende armazenar os bancos de dados que o seu PostgreSql ira trabalhar.

  • Obs.: O banco de dados PostgreSql permite que você defina durante a instalação um diretório diferente para o armazenamento dos banco de dados, sendo este representado pela pasta “\PostgreSql\Versão\Data”. Caso efetue a instalação do mesmo em um diretório fora do padrão, lembre-se do caminho dos bancos de dados na hora de agendar tarefas de backups.


DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Após definir o local dos “Data-Base”, clique em “Next” para ter acesso a próxima interação do Assistente.

Agora será um dos momentos mais cruciais para a instalação do PostgreSql, pois é nesta etapa que se faz a configuração da senha do mesmo, então lembre-se bem da senha que cadastrar.

É recomendado que seja cadastrado uma senha pois muitas tarefas no banco de dados requerem a certificação de um usuário e senha, e caso o mesmo tenha sua senha em branco não será possível efetuar alguns processo, especialmente os que serão feitos por aplicações fora da estação do servidor.


DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


  • Obs.: Recuperar a senha de um Banco de Dados é uma tarefa quase impossível quando comparada a recuperação de um usuário do sistema operacional, portanto guarde bem a senha do seu usuário Postgres.

Depois de cadastrar uma senha para o seu banco de dados, será efetuada a configuração da porta do mesmo. O banco de dados PostgreSql tem como porta de operação a “5432” e a porta “5431”, porem caso você já tenha uma aplicação de banco de dados no ar com esta mesma porta, você pode definir outra porta.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Após definir a porta de funcionamento do banco de dados, o assistente perguntara o local do idioma que sera empregado no novo database. Recomendamos deixar esta opção em “Default”, pois posteriormente pode acarretar algum problema para você ter um banco de dados traduzido.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Deixe marcada a opção a seguir referente ao “Template 1” dos database. Em seguida Clique novamente em “Next” e aguarde enquanto o assistente efetua a instalação do Banco de Dados conforme as configurações que foram especificadas por você.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Ao fim da instalação o assistente apresentara uma tela de saudação onde você poderá clicar no botão “Finish”, e então encerrar a sua interação com o assistente.

  • Obs.: Desmarque a caixa de dialogo na tela a seguir, pois caso a mesma esteja marcada, o assistente de instalação do PostgreSql iniciara uma ferramenta de instalação de pacotes, que de certo modo não serão necessários para uma primeira utilização do Data-Base.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Agora o banco de dados gratuito PostgreSql, esta pronto e apto para ser utilizado pela sua aplicação, lembrando novamente que a aplicação possui algumas restrições quanto a sua licença para o uso comercial em ambiente Microsoft Windows.



Liberar acesso externo ao PostgreSql.


Ao contrario das demais aplicações deste tipo, o PostgrSql não libera de imediato o acesso ao banco de dados para usuários que não pertençam a mesma estação onde esta sendo executado o Data-base.

Para corrigir isso, você deve alterar o arquivo “postgresql.conf” que fica localizado no diretório “C:\ Arquivos de programas\PostgreSql\Versão\data”.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows


Dentro deste arquivo procura pela linha “listen_addressses = ‘0’" e altere o zero dentro das aspas simples para um (*) conforme o exemplo. Salve o documento e então fexe o mesmo.

Agora vamos alterar o arquivo “pg_hba.conf” tambem encontrado no diretorio “\Data”. Este arquivo é o que define qual range de IP tera acesso ao nosso servidor, e qual o tipo de autenticação que o mesmo tera de efetuar junto a sua conexão para então ter acesso ao banco de dados.

Dentro do mesmo diretorio abra o arquivo em modo de edição e emtão navegue ate a ultima linha do seu código. Abaixo segue o código que deve ser inserido na ultima linha do seu documento.

DominioTXT - Instalação PostgreSql no Windows

  • Para liberar a conexão para apenas o IP 10.1.1.10.
    host all all 10.1.1.10/32 md5
  • Ou para liberar para todos os IP do range 10.1.1.0.
    host all all 10.1.1.0/16 peer
  • Ou tambem podemos liberar para qualquer IP.
    host all all 0.0.0.0/0 md5
Assim que terminar a edição dos arquivos “postgresql.conf” e “pg_hba.conf”, voce precisa reiniciar o seu banco de dados, este comando pode ser adquirido vendo o nosso tutorial de como efetuar “backup do postgres no Windows pelo Command”.

Caso tenha ficado curioso quanto o que seria Peer e MD5, acredito que dar uma olhada no artigo de “Instalação do PostgreSql no Linux”, seria algo bastante útil, pois o são tipos diferentes de autenticação.

Acesse o nosso canal e se inscreva la para receber nossos videos, conforme eles forem saindo "Canal DomínioTXT".

A todos o meu singelo agradecimento.


Gostou do Blog, então deixe o seu comentário.
Quer sugerir algum assunto? Notou algo que não confere com o assunto?
Mande sua opinião, sugestão ou reclamação. Contato DomínioTXT.



Deixe seu comentário...