Porta padrão dos Data-base [Informação]

Porta padrão dos Data-base.


Bem vindos ao Blog DomínioTXT.  

DominioTXT - Data-Base
Hoje vamos apenas revisar um conteúdo que para muitos é algo bastante simples, mas que em alguns momentos podem acabar nos deixando com algumas duvidas, quais as portas utilizadas por padrão nos Data-base mais populares da atualidade?

Se utilizares um Manager de Sql geralmente ele vem por padrão com algumas conexões pré configuradas, as quais possamos nos basear para criar futuras novas conexões, porem haverão momentos em que não será possível utilizar deste recurso e para configurar um script é necessário conhecer o data-base ao qual se esta utilizando.



Neste artigo vamos listar as portas dos principais Data-base e seus respectivos usuários para conexão.

Abaixo segue a lista ordenada por nome do banco utilizado, suas portas primaria e secundaria e seu usuário padrão. 

PostgreSql
  • Portas: 5432 e 5433.
  • Usuário: “postgres”


Microsoft SqlServer
  • Portas: 1433 e 1434
  • Usuário: “sa” ou conta windows

Oracle-Sql
  • Portas: 1521 e 1520
  • Usuário: “sys” ou “system” ou “sysdba”


MySqls
  • Portas: 3306 e 3307
  • Usuário: “root”

FireBird
  • Portas: 3050 e 3051
  • Usuario: “sysdba”


Obs.: Lembrando que em muitos casos o profissional de TI pode efetuar o NAT de uma porta qualquer para a porta do banco desejado, a fim de manter duas copias de um mesmo tipo de data-base ou até mesmo protegendo-o contra scripts maliciosos que tem como destino as portas padrões dos mesmos.


Obs.2: Geralmente a senha do usuário permanece em branco ou nulo sendo possível alterar a mesma no ato da instalação do Data-Base ou posteriormente através de script-sql.

Poderíamos ter citado mais outros bancos como Ingres, Sybase e SqlLite mas acredito que estes cinco são os mais utilizados na atualidade, devido a facilidade de se manusear os dados e por que todos os quatro possuem um ManagerDatabase com interface bastante intuitiva.

Dos data-base listados acima MsSql e Oracle são pagos tendo versões para desenvolvimento livres porem bem limitadas já o MySql é livre se usado por aplicações GPL (General Public License) caso utilizado por outras aplicações sofre taxas referente a sua licença de uso comercial, no entanto o PostgreSql é totalmente gratuito, independente da aplicação que vai fazer uso dos seu recursos, mas se usado em sistemas Microsoft também carece de um licenciamento, Firebird também é gratuito, pois é licenciado sobre a IPL (InterBase Public License), com acessão as modificações de núcleo do Firebird que devem ser compartilhadas.

A todos o meu singelo agradecimento.


Gostou do Blog, então deixe o seu comentário.
Quer sugerir algum assunto? Notou algo que não confere com o assunto?
Mande sua opinião, sugestão ou reclamação. Contato DomínioTXT.


Fonte: MySql Postgres Firebird

Deixe seu comentário...